A minha Lista de blogues

quinta-feira, novembro 11, 2010

ETERNO RETORN

Comecei a minha vida de adulta a trabalhar como professora de inglês, dando aulas a meninos pequeninos, uma experiência que não me deixou saudades… Foi sol de pouca dura porque, entretanto, me casei, dando início a uma ronda de vivências em que as mudanças de casa e de terra fizeram parte de um processo de crescimento a todos os níveis. Nunca me passou pela cabeça voltar a ensinar, no entanto, foi isso que me aconteceu quando passei a dedicar-me a partilhar os conhecimentos adquiridos na prática do Yoga como filosofia de vida. Os meus filhos foram crescendo e passei a ter tempo para desenvolver uma escola onde os praticantes pudessem aprender a ser e a estar bem com a vida e consigo próprios. O Satsanga - Centro de Yoga passou a ser um espaço de encontro onde muitos se foram descobrindo, percorrendo o seu próprio caminho de maneira a servirem a comunidade em que estão inseridos e cumprindo as suas missões.
Fomos acolhendo todos aqueles que se mostravam disponíveis para entrarem neste grupo de almas que se foi estabelecendo, à medida que os trabalhos e o convívio se foram desenvolvendo de acordo com as circunstâncias e os projectos que se mostravam ao nosso alcance e vontade. Muitas experiências, muitas vivências e trabalhos que nos permitiram despertar a consciência com a devida segurança e a calma necessária que estes processos exigem. Acabei criando uma família espiritual a par da biológica, que sempre me apoiou neste projecto que abracei de alma e coração, sem expectativas, mas com a consciência que da responsabilidade que implica. Ao longo dos tempos (já lá vão 30…) vi muita gente crescer e agarrar o que a vida lhes ia proporcionando, pondo em prática tudo quanto foram aprendendo por conta própria e com a convivência própria de quem sabe como importante é o espírito solitário, indispensável às questões que se apresentam a quem busca o auto-conhecimento e o seu lugar neste mundo.
Comecei por ser dona de casa e mãe de família e, assim como vi os meus filhos voarem para os seus ninhos, agora também vejo os discípulos seguirem o seu caminho, com a certeza de estarem preparados para serem o que têm de ser e continuarmos ligados pelo amor que nos une. Voltei a ser dona de casa em part-time, continuando a assumir-me como mãe de família, disponível para todos que precisem do meu apoio. Gosto desta calma e da sensação de estar presente e de fazer o que resta fazer. É o eterno retorno a acontecer neste Outono da vida. Mais uma vez dou graças aos meus deuses que tanto me têm dado e apoiado em todas as etapas e circunstâncias.

Bom fim-de-semana. Fiquem bem!

Sem comentários: