A minha Lista de blogues

quinta-feira, julho 17, 2008

CAMINHOS



Quando chego ao fim de cada ano lectivo, procuro fazer uma revisão do caminho percorrido, em termos de processo evolutivo e experiências vividas até à saciedade. Mentalmente, deixo passar o “filme” realizado pelo Grupo de Almas a que pertenço e que me honro de orientar os passos individuais e colectivos, aprendendo com os que se dispõem a aprender, aqui e agora, comigo e com aqueles que me assistem nesta tarefa.
Nestas ocasiões, dedico alguma atenção às mensagens que os Deuses me proporcionaram, nos momentos cruciais da minha existência, nesta busca de auto-conhecimento e auto-realização e pelas quais estou grata pela ajuda na tomada de consciência e na capacidade de prosseguir, sem vacilar. Os momentos mais obscuros revelam-se como indicadores da necessidade de confiar cada vez mais em mim e no que faço. Creiam que não é fácil caminhar sem directrizes próprias, numa forma de actuar que se baseia na espontaneidade. Sei que nada está decidido, embora tudo tenha sido delineado à partida, mesmo antes do meu nascimento, uma escolha feita por quem sabe e que aceitei por considerar e contar com as ajudas de Mestres e Guias que, certamente, me conhecerão muito bem. A decisão de actuar no campo físico tem-me permitido transmutar o Amor e criá-lo em obras que, por si só, parecem nada ter a ver com ele. Através das acções se manifesta o Amor que transparece naturalmente.
Ensinar a pensar é um campo de acção em que se projectam questões cuja resposta terá de ser encontrada por meio de um pensamento claro e inteligente, mantendo uma correspondência com a acção, pois é aí que reside o verdadeiro Conhecimento. A alegria sentida quando mergulhamos no nosso Ser mais profundo, ao encontro da Alma, ajuda-nos a actuar no mundo material que, embora implique respostas palpáveis, engana visto que, nessa visibilidade nem sempre transparece a dimensão da obra que é vista noutro plano.
Estou disponível e confiante no Caminho traçado, com a consciência ampliada o suficiente para fluir de acordo com as circunstâncias e a perceber que o que for… SERÁ! Os Deuses nunca me deixaram ficar mal…


OM SHANTI

Fiquem bem

Sem comentários: