A minha Lista de blogues

terça-feira, dezembro 29, 2009

ACABOU-SE O NATAL... VENHA O ANO NOVO!






NUNCA VOLTEMOS ATRÁS
TUDO PASSOU SE PASSOU
LIVRES AMEMOS O TEMPO
QUE AINDA NÃO COMEÇOU.”

Agostinho da Silva


Depois de quatro “Natais” e um aniversário, estamos num tempo de pausa que nos permite preparar a entrada no novo ano. Pessoalmente, é um momento em que sou levada à introspecção, através da arrumação da casa, que viveu estes dias em grande alvoroço. Como somos uma família grande, as festas sucedem-se de modo a abranger todos os grupos que, necessariamente, se dividem pelas conveniências próprias ou geográficas.
Começámos com o Natal do “Satsanga” que vos descrevi, seguido do Natal em casa de um dos meus filhos, cujas filhas vivem no Porto e se deslocaram para festejar connosco. Entretanto, fez anos a minha neta mais nova que celebrou os seus 3 aninhos na nova casa dos Pais (2 festas em 1). E, como sempre, a Consoada e o dia 25 foram passados em nossa casa, porque não é possível juntar todos no mesmo dia, visto que há pais e mães... Tudo correu a contento de todos, com alegria e muita Paz. A preparação recai, sobretudo, sobre mim com a colaboração efectiva do Pai de Família que se esmera na assistência a tudo e a todos para que nada falte. Quanto, por fim, fechamos a porta e todos tinham regressado às suas respectivas casas, o silêncio desceu suavemente, enquanto púnhamos ordem no espaço e na alma, que sorria de contentamento pela satisfação do cumprimento de mais um ritual Natalício na maior harmonia.
Natais houve em que conseguíamos reunir as diferentes famílias do meu lado (avós, irmãos, sobrinhos e netos), mas foi-se tornando cada vez mais difícil ter espaço para tanta gente (no último Natal éramos 60 e, agora, seríamos 70!) e, quando a minha Mãe nos deixou, passámos a festejar cada um em sua casa. Ainda não nos dispusemos a ir para um lugar neutro... Confesso que uma das coisas que me dá gozo nestas quadra, é enfeitar a casa, contactar amigos e inventar novos jeitos de fazer chegar as prendas aos netos mais velhos que, como se sabe, preferem um dinheirito que lhes permita satisfazer os seus gostos pessoais. Desta vez, por sugestão de uma amiga, colocámos as notas dentro de balões que tiveram de rebentar para as ter. Foi uma festa !!!
Assim, caminhamos prontos para bater à porta de 2010 que será, certamente, um ano como qualquer outro, com coisas boas e coisas mais difíceis, para as quais é preciso estarmos preparados de uma forma ou de outra. O mundo continuará a girar, indiferente às nossas fraquezas e alegrias, seguindo o seu processo evolutivo, como matéria que é. Cada um de nós terá de fazer o melhor que pode, dando e recebendo na medida do possível e com a consciência suficientemente ampliada para que a discriminação seja uma evidência a toda a prova e possamos caminhar de peito feito, orgulhosos, mas humildes.
Desejo a todos o melhor Ano do mundo!
Fiquem bem!

1 comentário:

gataborralheira disse...

Um bom ano cheio de coisas boas e com poucas dificuldades, dias onde a harmonia esteja sempre presente.
abraço